Coronavírus
Servidores da Segurança arrecadam mais de 20 toneladas de alimentos
23/05/2020 - 17:00

A Secretaria da Segurança Pública (Sesp) arrecadou, em dois dias, mais de 20 toneladas de alimentos não perecíveis e produtos de higiene para a campanha Cesta Solidária, coordenada pela Superintendência Geral de Ação Solidária do Governo do Estado. A iniciativa vai ajudar quem mais precisa durante o enfrentamento à covid-19. As arrecadações foram entregues neste sábado (23/05), no Palácio Iguaçu, Centro Cívico, em Curitiba.

Servidores da secretaria e das polícias Civil, Militar e Científica e do Departamento Penitenciário participaram da campanha. A empresa Feixe, locadora de veículos, e o Supermercado Concórdia também contribuíram com doações. A Defesa Civil do Paraná, que também colaborou com a ação, será responsável pela distribuição dos produtos a famílias em maior vulnerabilidade, conforme critério técnico pré-estabelecido.

Para o secretário da Segurança Pública, coronel Romulo Marinho Soares, a ajuda de cada servidor foi importante. “É muito gratificante poder contar com equipes dentro da Secretaria de Segurança que estão dispostas a ajudar quem mais está precisando neste momento de pandemia que estamos vivendo. Agradeço de coração, a cada instituição e a cada funcionário da Sesp que se propôs a participar dessa campanha humana e importantíssima”, declarou.

A primeira-dama Luciana Saito Massa, presidente do Conselho de Ação Solidária, acredita que a união dos servidores é responsável pelo sucesso de arrecadações. “Essa colaboração é de muita importância, não apenas para nós, mas, principalmente, na vida daquelas pessoas que estão vulneráveis neste momento de pandemia. Eu acredito e tenho certeza que essa união entre os poderes do Governo, suas secretarias, enfim, dos servidores com a sociedade, vai fazer a diferença na vida de muitos paranaenses”, avaliou.

SOLIDARIEDADE - Ao longo de dois dias, os servidores da Secretaria e suas vinculadas levaram as doações até o prédio da Secretaria da Segurança Pública, de onde todos os produtos seguiram em dois caminhões e duas vans até o Palácio do Iguaçu.

O policial civil Rodrigo Taborda Ribas colaborou com a arrecadação e aprovou a campanha. “Nós, como agentes da Segurança Pública, vemos com bons olhos essa iniciativa do Governo do Estado de auxiliar as famílias que, nesse momento de pandemia, estão sofrendo com a falta de emprego e escassez de recursos financeiros. Por isso, resolvemos colaborar com a ação” contou.

O coordenador do Grupo Administrativo Setorial da Sesp, capitão Marcelo Trevisan Karpinski, contou que a arrecadação chegou para complementar as ações das forças de segurança durante a pandemia. “Com as doações, as polícias Militar, Civil, Científica e todas as forças de Segurança Pública chegam ao cidadão de uma mesma maneira. Nosso objetivo em participar dessa campanha é dar apoio às ações do Governo do Estado e aos paranaenses”.

O Departamento Penitenciário do Paraná também fez a sua parte: quem entregou as doações da instituição à Sesp foi o servidor Willian Sauerbier Santos. “Para nós como funcionários públicos é de extrema importância participar de uma ação como essa, porque a gente sabe que as doações chegarão a lugares que as pessoas realmente precisam”, disse.

O investigador de Polícia Civil Paulo Henrique Carneiro, que atua em Ponta Grossa, nos Campos Gerais, entregou os donativos das equipes de sua região. “A gente se sente muito bem e satisfeito em poder participar da campanha, mas o mais importante é levar às pessoas que precisam, pelo menos um pouco, principalmente de alimento. Não sabemos o dia de amanhã, então amanhã ou depois pode ser eu quem esteja precisando”, disse.

O sentimento que fica para o coordenador do 181 Disque Denúncia, capitão André Henrique Soares, é um privilégio poder doar. “É fundamental participar porque nós como servidores da Segurança Pública, precisamos estar à frente destas ações para auxiliar as pessoas que estão com necessidades nesse momento de pandemia. Nós fazemos parte da sociedade e, como Segurança Pública, nós fazemos questão e temos honra em ajudar as pessoas”, disse.

A CAMPANHA - Iniciada na última segunda-feira (18/05) a ação, que faz parte da força-tarefa “Menos Eu, Mais Nós”, conta com o apoio da primeira-dama Luciana Saito Massa, que é presidente do Conselho de Ação Solidária. A campanha é resultado de uma parceria com a Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado.

GALERIA DE IMAGENS