Coronavírus
Paraná avança no acesso a vacinas e modernização da infraestrutura
01/08/2020 - 09:00

O governador Carlos Massa Ratinho Junior assinou nesta semana um termo de cooperação técnica e científica com a China para iniciar a testagem e a produção de vacina contra a Covid-19 no Estado, por meio do Tecpar (Instituto de Tecnologia do Paraná). A intenção é que nos próximos 15 dias o termo seja submetido aos órgãos regulatórios. Após a aprovação, deve ser iniciada a fase de testagem da população.

O Governo do Estado também ampliou os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital do Rocio, de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, e no Hospital Regional de Telêmaco Borba, nos Campos Gerais. O primeiro espaço conta agora com 125 leitos adultos exclusivos para atendimento a pacientes com a infecção causada pelo novo coronavírus. Em quatro meses o Estado abriu 1.054 leitos de UTI adulto, 49 de UTI pediátrica e 1.557 de enfermaria.

A semana também reservou boas notícias na infraestrutura. O novo Anel de Integração deve ter aproximadamente 2,1 mil quilômetros de trechos duplicados e 14 novos contornos. As principais obras devem ser realizadas até o nono ano dos novos contratos. Também foi entregue a obra na Avenida das Américas, em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, projetada para a Copa de 2014; e o maior projeto de reurbanização da história do Litoral do Paraná, intervenção de quase R$ 500 milhões.

Há, ainda, previsão de obras em mais 260 quilômetros de rodovias estaduais. O projeto de remodelação do “eixo estruturante” está dividido em cinco lotes e inclui quatro rodovias: PR-487, PR-460, PR-272 e PR-466.

A semana ainda trouxe alterações legislativas importantes para o Estado. O governador autorizou a transformação da Granja do Canguiri, ex-residência oficial dos governadores do Paraná, na Escola Agrícola 4.0; sancionou a lei que proíbe a posse, uso, fabricação, comercialização e transporte da mistura de cola e vidro, popularmente conhecida como cerol ou linha chilena; e assinou a lei que amplia a área de atuação e a competitividade Sanepar, aproximando o Estado da universalização de redes de coleta de resíduos e estações de tratamento.

Na economia, o Paraná registrou saldo positivo de 2.829 empregos com carteira assinada em junho. Foi o primeiro balanço positivo após três meses de baixas, apontando certo reequilíbrio da economia. O Estado apresentou em junho nível de ocupação de 55,4% dos moradores, terceiro maior do País. No Brasil, o nível de ocupação, que representa o percentual de pessoas em idade de trabalhar que estão efetivamente ocupados, está em 49%.

Na segurança pública, a Polícia Civil do Paraná atingiu índice de 88,6% de solução de homicídios no primeiro semestre em Curitiba e as forças de segurança do Paraná apreenderam 70 toneladas a mais de drogas no primeiro semestre de 2020.

PANDEMIA

Vacina

O Governo do Paraná assinou um termo de cooperação técnica e científica com a China para iniciar a testagem e a produção de vacina contra a Covid-19 no Estado, por meio do Tecpar (Instituto de Tecnologia do Paraná). A expectativa é que o processo possa começar ainda no mês de agosto. Além de passar a integrar o processo de testagem da Sinopharm, o acordo garante ao Estado acesso ao resultado das duas primeiras fases de testagem. Segundo o laboratório, os processos iniciais, já encerrados, tiverem 100% de positivação e sem reação adversa grave.

Medicamentos

O Governo do Estado recebeu anestésicos e relaxantes musculares do Hospital Unimed, do Rio de Janeiro. Os medicamentos vão auxiliar nos procedimentos de intubação e manutenção de pacientes nos hospitais que fazem parte do plano estadual de enfrentamento à Covid-19. O Governo do Estado enviou uma aeronave para buscar a carga. A Secretaria da Saúde tem viabilizado constantemente a aquisição de medicamentos, além de ações que auxiliam no contingenciamento de utilização destes insumos.

Mapeamento

A Secretaria de Estado de Saúde capacitou um grupo de trabalho criado em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) para definir e adequar as ações de rastreamento de contatos no enfrentamento à Covid-19. O rastreamento de contato é o processo de identificação e isolamento das pessoas que podem ter sido expostas a um caso confirmado ou suspeito da Covid-19. Esta é uma ação importante para quebrar a cadeia de transmissão e conter o surto da doença.

Leitos

O Hospital do Rocio, de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, tem 125 leitos de UTI exclusivos para atendimento a pacientes com a infecção causada pelo novo coronavírus. O Governo do Estado ainda abriu dez novos leitos de UTI no Hospital Regional de Telêmaco Borba, nos Campos Gerais. A abertura destas novas unidades faz parte do plano estratégico da Secretaria da Saúde de ampliação de leitos exclusivos nesta pandemia. Em quatro meses o Estado abriu 1.054 de UTI Adulto, 49 de UTI pediátrica e 1.627 de enfermaria.

Rede Genômica

Com o objetivo de avançar no desenvolvimento de metodologias aplicadas ao diagnóstico e prevenção de doenças de base genética, em especial a Covid-19 e doenças oncológicas, a Fundação Araucária e a Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior lançaram a Rede Paranaense de Pesquisa Genômica. A ação inicia com um investimento de mais de R$ 1,5 milhão, além de R$ 312 mil do Instituto para Pesquisa do Câncer (IPEC-Guarapuava) para custeio e pagamento de bolsas de pesquisa de doutorado e pós-doutorado.  

Volta às aulas

O Comitê de Volta às Aulas apresentou o protocolo de retorno das aulas presenciais no Paraná. O documento trouxe detalhes sobre como vai funcionar o retorno das atividades presenciais quando as autoridades da Secretaria da Saúde permitirem. Além das medidas de segurança sanitária e pedagógicas, o protocolo estabelece a participação dos pais em uma consulta sobre o modelo. Entre as principais medidas estão a compra de insumos e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para todos. Só para a rede estadual serão adquiridos 5 milhões de máscaras de tecido, 200 mil litros álcool em gel por mês, 200 mil litros de álcool 70% por mês, 95 mil luvas, 10 mil termômetros, 15 mil toucas, 105 mil dispensers, 15 mil macacões e 15 mil botas.

Merendas

O Governo do Estado já repassou mais de 25 mil toneladas de alimentos da merenda escolar a família de alunos da rede estadual de ensino desde o início da pandemia. A entrega às famílias de alunos que cadastrados no Bolsa Família foi regulamentada pelo Decreto nº 4.316/2020. A decisão garantiu acesso dos estudantes aos alimentos durante o período de suspensão de aulas presenciais devido à pandemia.

Vestibular da UEL

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) da UEL aprovou um modelo excepcional para o Vestibular 2021, em virtude dos problemas gerados pela Covid-19, e respeitando a necessidade de evitar aglomerações, observando medidas sanitárias recomendadas. A prova será em uma única fase, em 14 de março do próximo ano, com 50 questões objetivas e a redação.

Pátios do Detran

O governador sancionou a lei que isenta as taxas de estada dos veículos apreendidos que ficam nos pátios do Detran. O pagamento das diárias não será cobrado dos cidadãos até o órgão retomar os atendimentos presenciais, suspenso por causa da pandemia do novo coronavírus. O valor atual das diárias é de R$ 27,66.

Apoio aos municípios

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho entregou Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) às instituições de longa permanência para idosos e entidades de atendimentos que abrigam idosos. Já foram beneficiadas 335 instituições em 155 municípios do Paraná. Ao todo foram adquiridos mais de 500 mil itens entre luvas, toucas, aventais, máscaras N95 e TNT, óculos de proteção, termômetro, frascos de álcool gel e água sanitária.

Comida Boa

Os beneficiários do Cartão Comida Boa têm prazo até 7 de agosto para usarem o saldo remanescente dos vouchers. A partir do dia 8 os valores serão zerados. Durante três meses foi concedido o valor de R$ 150 para pessoas economicamente vulneráveis comprarem gêneros alimentícios no comércio previamente cadastrado. Os recursos vieram do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza.

Futebol Solidário

A solidariedade vai entrar em campo neste fim de semana pelo Campeonato Paranaense de Futebol. Coritiba, Athletico e Paraná Clube estão se reunindo na ação Futebol Solidário, que vai arrecadar alimentos não perecíveis e itens de higiene e limpeza a serem destinados a famílias em situação de vulnerabilidade social de Curitiba e Região Metropolitana. No Governo, a iniciativa faz parte da força-tarefa “Menos Eu, Mais Nós”, criada pela superintendência para ajudar as pessoas impactadas pela pandemia do novo coronavírus.

Transparência

O Paraná se manteve com ótima transparência em compras e contratações para o enfrentamento da Covid-19 e ficou acima da média dos outros estados pela avaliação divulgada na sexta-feira (31) pela organização social Transparência Internacional Brasil. O órgão avalia informações sobre uso do dinheiro público.

INFRAESTRUTURA

Anel de Integração

O novo Anel de Integração foi pauta de mais um encontro virtual entre o governador, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e a bancada federal paranaense. Estado e a União seguem discutindo lotes, obras e a modelagem da nova concessão de rodovias que cortam o Paraná. O Anel de Integração original de 2,5 mil quilômetros de rodovias federais e estaduais deve ser ampliado com, pelo menos, mais 1,3 mil quilômetros. Estão previstos no plano a duplicação de aproximadamente 2,1 mil quilômetros e a construção de 14 novos contornos. As principais obras devem ser realizadas até o nono ano dos novos contratos.

Litoral

O Governo do Estado finalizou os últimos detalhes para dar início ao maior projeto de reurbanização da história do Litoral do Paraná. Serão investidos R$ 483,1 milhões em duas etapas. O valor é 5,6% inferior ao orçamento inicial, de R$ 510 milhões. A primeira fase está estimada em R$ 378 milhões e inclui, entre outras ações, a recuperação da Orla de Matinhos e o engordamento da faixa de areia. A segunda parte, de R$ 105,1 milhões, prevê a revitalização do Canal de Matinhos para evitar enchentes, pontes na PR-412, desapropriações e compensação ambiental, e tem previsão de começar logo na sequência.

Eixo Estruturante

Mais de 260 quilômetros de rodovias estaduais do Paraná serão restaurados e passarão por obras de ampliação de capacidade. O projeto de remodelação do “eixo estruturante” está dividido em cinco lotes e inclui quatro rodovias: PR-487, PR-460, PR-272 e PR-466. O Chamamento Público para Manifestação de Interesse do projeto foi publicado pelo DER/PR e as empresas que quiserem participar da licitação de elaboração dos projetos de engenharia para as obras têm até o dia 10 de agosto para se manifestar.

Desenvolvimento urbano

O governador assinou a ordem de serviço para início de recuperação de um trecho de 5,3 quilômetros da Avenida Rui Barbosa, principal via urbana de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O investimento da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas é de R$ 8,64 milhões, a fundo perdido, e complementa as intervenções do Governo do Estado para a revitalização completa da avenida. Os recursos para nova pavimentação do trecho entre a Rua Margarida de Araújo Franco e a Rua Voluntários da Pátria, no Centro, e entre a Avenida Comendador Franco (das Torres) e a BR-277 incluem serviços preliminares, terraplenagem, base, sub-base, revestimento, meio-fio, sarjeta, serviços de urbanização, sinalização de trânsito, drenagem e ensaios tecnológicos (controle da qualidade do material). A expectativa é de concluir as obras ainda neste ano.

Obra da Copa

O Governo do Estado, por meio da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), entregou a obra na Avenida das Américas, em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba. O projeto da Copa de 2014 é uma canaleta exclusiva para ônibus ligando os terminais de São José dos Pinhais e Boqueirão, em Curitiba, beneficiando cerca de 19 mil usuários todos os dias. Foram investidos cerca de R$ 5,5 milhões no trecho de aproximadamente 3,4 quilômetros. Os recursos contemplam semáforos, iluminação pública, pavimentação com a respectiva sinalização vertical (placas) e horizontal (pintura), além de melhorias no calçamento.

Ponte de Guaratuba

O Governo do Estado prorrogou o prazo para empresas e consórcios enviarem suas propostas de execução dos projetos de engenharia para construção da ponte de Guaratuba. A prorrogação foi uma solicitação da maioria dos participantes que disputam a licitação. O valor do contrato está orçado em pouco mais de R$ 12,7 milhões.

AÇÕES DO GOVERNO

Granja Canguiri

A Granja do Canguiri, ex-residência oficial dos governadores do Paraná, será transformada na Escola Agrícola 4.0. O governador Ratinho Junior assinou o documento que formaliza a transferência do imóvel, localizado em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, para a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte, que será responsável pela implantação do projeto-piloto da unidade. Disciplinas relacionadas à inovação e ao uso de tecnologias aplicadas à agricultura familiar serão oferecidas no colégio, que funcionará como um laboratório de práticas inovadoras que podem ser usadas em todo o Ensino Técnico Agrícola do Estado.

Cerol

O governador sancionou a lei que proíbe a posse, uso, fabricação, comercialização e transporte da mistura de cola e vidro, popularmente conhecida como cerol ou linha chilena, comumente utilizada para atribuir efeito cortante aos fios de pipas, papagaios, pandorgas e bidês. A norma já está em vigor. A lei foi aprovada no começo do mês pela Assembleia Legislativa. O novo texto revoga uma lei de outubro de 2009 que proibia apenas a fabricação e a comercialização.

Novo colégio

Desde 1999, quando foi fundado, o Colégio Novo Horizonte, em Campo Mourão, funciona em dualidade com a escola municipal. Além de não dar conta das necessidades dos estudantes, a divisão das duas instituições em uma mesma estrutura não acompanhou o crescimento da região onde está instalado. Alunos que moram no Jardim Santa Cruz e em outros sete bairros próximos precisam se deslocar para escolas mais distantes, já que a capacidade de atendimento é limitada. Com a nova sede, que estará pronta para o ano letivo de 2021, o número de estudantes vai mais do que triplicar, passando de 270 alunos matriculados atualmente para cerca de 900.

Restaurantes populares

O Governo do Estado investe em três novos restaurantes populares em Maringá. Eles estão em fase de licitação e, num futuro próximo, fornecerão refeições saudáveis e a preços acessíveis na cidade. Eles se somam ao empreendimento já existente na Vila Olímpica, ao lado do Estádio Willie Davids, totalizando quatro restaurantes populares na cidade. A quantidade de pratos servidos diariamente a R$ 3 saltará de 1,1 mil para 2,1 mil refeições na hora do almoço, de segunda a sexta-feira, das 11h às 14h.

Saneamento I

O governador sancionou a lei que amplia a área de atuação e a competitividade da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar). O texto atualiza uma legislação de 1963 e aproxima o Estado da universalização de redes de coleta de resíduos e estações de tratamento, e pode gerar mais receitas para a empresa nos próximos anos. A antiga legislação impedia a expansão e a diversificação dos negócios da companhia.

Saneamento II

O Atlas de Atualização da Base de Dados de Estações de Tratamento de Esgotos, divulgado nesta semana pela Agência Nacional de Água (ANA), destaca o Paraná com o segundo melhor índice do País no atendimento à população urbana com serviço de esgotamento sanitário. O levantamento aponta o Paraná com 80,7%, superado apenas pelo Distrito Federal. O panorama do esgotamento sanitário urbano dos 5.570 municípios foi realizado em conjunto com 25 companhias estaduais e 475 prestadores municipais públicos e privados que forneceram informações primárias de 3.005 cidades.

Simepar

O Simepar está desenvolvendo um modelo matemático que estimará com antecedência os riscos de desligamentos de energia elétrica causados por eventos meteorológicos severos. Com base em informações de previsão e monitoramento meteorológico de curto e médio prazos, alertas qualificados serão transmitidos à Copel Distribuição em forma de mapa.  O processo será automatizado e padronizado.

Produção de soro

As 153 cobras recolhidas em Mandaguari, na região de Maringá, foram enviadas na quarta-feira (29), por meio da Divisão de Zoonoses e Intoxicações, à Secretaria de Estado da Saúde. Agora será aberto o biotério do Laboratório de Taxonomia Animal e reativado o serpentário do CPPI (Centro de Produção e Pesquisa de Imunobiológicos do Paraná). O biotério já está fazendo a identificação das cobras e iniciará a destinação adequada para instituições parceiras de pesquisas. Entre elas, o CPPI, que é referência nacional na produção do soro contra a picada de aranha-marrom (antiloxoscélico) e que poderá desenvolver antígenos contra a picada de serpentes.

Nova cartilha

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho lançou a Cartilha de Enfrentamento ao Trabalho Infantil e Proteção ao Trabalho do Adolescente. O documento tem como foco alertar e conscientizar os profissionais que atuam na área e demais trabalhadores sobre as questões do trabalho infantil. A idade mínima para o trabalho é acima de 16 anos, sendo que dos 14 aos 16 anos o adolescente pode trabalhar como aprendiz.

Jogos da Juventude

A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte, por meio da Superintendência Geral do Esporte, cancelou os Jogos da Juventude do Paraná (Jojups) – Final A, Edição 2020 – que fazem parte dos Jogos Oficiais do Estado. Eles seriam realizados em outubro deste ano. A ação foi tomada em acordo com o município de Guarapuava, sede em 2020, que terá a prioridade de sediar as finais em 2021.

Cultura

Estão abertas as inscrições para a primeira edição do Prêmio Biblioteca Digital. Criado para fomentar a produção e circulação de livros inéditos no formato de e-book, o novo concurso literário da Biblioteca Pública do Paraná vai selecionar obras em quatro categorias: Romance, Conto, Poesia e Infantil. Os três primeiros colocados de cada categoria receberão prêmios em dinheiro: R$ 10 mil (primeiro lugar), R$ 5 mil (segundo lugar) e R$ 3 mil (terceiro lugar). Os 12 livros vencedores formarão uma coleção e serão disponibilizados para download gratuito no site da Biblioteca Pública do Paraná.

Inovação

O programa de aceleração Startup Evolution, promovido pelo Governo do Estado em parceria com o Sebrae e a Hotmilk para orientar empresas de inovação, chegou ao final com resultados animadores: 40% das inscritas aumentaram seu faturamento, 10% contrataram mais funcionários e as 47 selecionadas sobreviveram ao período mais agudo da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. Foram 1.300 horas de mentoria, 13 workshops, nove encontros founder to founder e 47 especialistas de mercado envolvidos nos processos.

Selo de Inovação

Para estimular a criação e desenvolvimento de projetos inovadores no Estado, o Tecpar (Instituto de Tecnologia do Paraná) lançou o “Selo de Inovação Tecpar”. A iniciativa é voltada para empreendedores e empresários interessados em avaliar o potencial inovador de seus produtos ou conceitos. Para pleitear o selo, o empresário ou empreendedor precisa entrar em contato com a Agência de Inovação do Tecpar, o que pode ser feito pelo e-mail sac@tecpar.br.

Novas casas

Vinte famílias que viviam em situação de vulnerabilidade social em São Miguel do Iguaçu, no Oeste do Paraná, mudaram para novas moradias na cidade. Elas residiam em uma área de risco no município e receberam as casas populares sem precisar gastar nada. Foi investido R$ 1,3 milhão no projeto, que contou com a participação do Governo do Estado, da prefeitura de São Miguel do Iguaçu e da Itaipu Binacional.

Novas casas II

O projeto habitacional da Cohapar para Rio Bom, município na região do Vale do Ivaí, também avançou. A companhia recebeu a documentação de uma área doada pela prefeitura, com a anuência da Câmara Municipal, para a construção de 23 novas casas populares na cidade. O projeto deverá receber cerca de R$ 2 milhões e a expectativa é de que as obras comecem no início de 2021.

Copel

A Ouvidoria da Copel foi eleita a melhor do Brasil na categoria empresas de grande porte, na 3ª edição do prêmio criado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Em 2019, a área recebeu 9.417 processos. Destes, em 283 casos o cliente não ficou satisfeito com a resposta recebida e levou a reclamação à Aneel, que reconheceu como procedentes apenas 12 delas. Esse é o melhor resultado registrado pela Copel desde que a Ouvidoria passou a ser subordinada diretamente à distribuidora, em 2013.

Desenvolvimento sustentável

Um programa para combate à erosão urbana beneficia 71 municípios paranaenses. O Governo do Estado investe R$ 10 milhões de um total de R$ 25 milhões – o restante é contrapartida das prefeituras. As obras melhoraram a infraestrutura dos municípios e garantem mais qualidade de vida aos seus moradores. Além dos ganhos na infraestrutura, o investimento representa avanços em saúde pública por eliminação dos vetores de proliferação da dengue e outras doenças incidentes nas águas paradas em galerias a céu aberto.

SEGURANÇA PÚBLICA

Crimes esclarecidos

A Polícia Civil do Paraná atingiu índice de 88,6% de solução de homicídios no primeiro semestre em Curitiba. No período, foram registrados 140 crimes e solucionados 124. A taxa é superior à dos Estados Unidos, país referência em qualidade nas investigações policiais, que apresentou 62,3% em 2018, últimos dados oficiais divulgados pelo FBI. Além disso a Polícia Civil possui uma força-tarefa com foco na investigação de crimes mais antigos. O objetivo é solucionar e identificar a autoria desses crimes que estão em tramitação há muito tempo.

Drogas

As forças de segurança do Paraná apreenderam 70 toneladas a mais de drogas no primeiro semestre de 2020, em comparação com o mesmo período do ano passado. Houve aumento de 128,3% nas apreensões. Foram 54,5 toneladas de drogas (cocaína, maconha e crack) de janeiro a junho de 2019, contra 124,6 toneladas nos seis primeiros meses deste ano. No primeiro semestre de 2020, as polícias Militar e Civil apreenderam mais de 1,8 tonelada de cocaína (1.886 quilos), um aumento de 185,2% em relação ao mesmo período de 2019, quando foram apreendidos 661,2 quilos da droga.

Covid-19 no sistema penitenciário

Desde março, o Governo do Estado vem adotando medidas de prevenção para evitar a proliferação de casos da Covid-19 na população carcerária. Em quatro meses apenas 0,7% dos 30 mil detentos no sistema prisional do Estado foram infectados e a maioria apresentou sintomas leves. Apenas uma morte foi registrada. O Plano de Ação Integrada para Enfrentamento ao Covid-19 é executado em conjunto pelas Secretarias de Estado da Segurança e Saúde. Além disso, conta com atuação da Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná (Seti) e Fundação Araucária, que contrataram, via chamamento público, bolsistas para atuar nas unidades.

Cadeia Pública de Ponta Grossa

As paredes cinzas da Cadeia Pública de Ponta Grossa, nos Campos Gerais, sobem em ritmo acelerado. A estrutura recebe um investimento de R$ 19,4 milhões. O novo complexo vai disponibilizar 752 vagas em um espaço de 6,8 mil metros quadrados. O investimento é feito com recursos federais e estaduais e a estimativa é que seja inaugurada no primeiro semestre de 2021.

Unidade prisional em Pitanga

A Cadeia Pública de Pitanga foi transformada em uma unidade de custódia exclusivamente feminina. Os 90 detentos que estavam no local foram distribuídos entre as demais unidades prisionais da região. Antes de os presos serem definitivamente incorporados às novas unidades eles passaram por um processo de aferição de temperatura e exames para evitar qualquer contágio do novo coronavírus.

Veículos para o Depen

O governador entregou 30 novos veículos para reforçar a logística do Depen. O investimento é de R$ 3,95 milhões, em recursos próprios do Estado. Entre os veículos estão quatro micro-ônibus para o transporte de servidores que atuam no Complexo Penitenciário de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, oito vans e dez caminhonetes que serão distribuídas pelas nove regionais do órgão. Além disso, foram entregues oito camburões adaptados ao transporte de presos.

Violência contra idosos

A confiança da população no anonimato do Disque Denúncia 181 tem feito o número de denúncias de violência contra a pessoa idosa aumentar no Paraná. Entre janeiro e junho deste ano foram 719 denúncias anônimas dando conta de casos envolvendo crimes e maus tratos contra estas pessoas. O número é 28% superior aos do mesmo período do ano passado, quando foram 562 denúncias. Somente em Curitiba foram 256 denúncias durante o primeiro semestre do ano, 50 a mais do que no mesmo período de 2019.

ECONOMIA

Trabalho

O Paraná registrou saldo positivo de 2.829 empregos com carteira assinada em junho, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Foi o sexto melhor resultado do País, atrás de Mato Grosso, Santa Catarina, Goiás, Maranhão e Pará, e o primeiro balanço positivo após três meses de baixas, apontando certo reequilíbrio da economia. Os setores que mais se destacaram em junho foram construção civil (saldo de 1.828 empregos criados), seguido de indústria de transformação (1.438), serviços industriais de utilidade pública (161), agricultura (77) e serviços (46).

Ocupação

O Paraná apresentou em junho nível de ocupação de 55,4% dos moradores, terceiro maior do País, atrás apenas de Santa Catarina (56,7%) e do Mato Grosso (55.9%). No Brasil, o nível de ocupação, que representa o percentual de pessoas em idade de trabalhar que estão efetivamente ocupados, está em 49%. A PNAD Covid-19 mostra que por causa da pandemia 10,4% dos trabalhadores estavam atuando de forma remota no Estado (no Brasil eram 12,7%) e a taxa de informalidade das pessoas ocupadas estava em 27,3%, número abaixo da média nacional, que era de 34,8%.

Exportação

Pela primeira vez um navio tipo Ro-Ro (Roll-on/roll-off), que transporta cargas rolantes, foi afretado exclusivamente para carregar um lote completo de ônibus no Porto de Paranaguá. O Ulusoy 5 levou nesta semana 130 veículos de transporte de passageiros para Luanda, na Angola. A operação foi realizada pela Marcon, principal empresa operadora de veículos e carga geral no porto. Os ônibus foram adquiridos pelo Ministério dos Transportes de Angola.

Plano de R$ 200 bilhões

O Governo do Estado vai apoiar o cooperativismo paranaense para que alcance as metas do PRC-200, plano estratégico elaborado pela Ocepar para atingir R$ 200 bilhões de faturamento nos próximos anos. A parceria envolve crédito, melhorias na infraestrutura e desburocratização. A apresentação da meta ao governador foi feita pelo presidente da Ocepar, José Roberto Ricken, durante o 1º Fórum Digital dos Presidentes das Cooperativas. O sistema cooperativo responde por 60% da produção de grãos e 45% da indústria de carnes e lácteos no Paraná e vai encerrar o ano com mais de 100 mil funcionários diretos.

Coopera Paraná

A Cooperativa de Reforma Agrária e Erva-mate (Copermate), de Santa Maria do Oeste, vai agregar mais valor à produção com a ajuda do Governo do Estado. Um convênio de R$ 406 mil garantiu a aquisição de uma máquina de envase de chás em sachê. A entidade foi a primeira colocada no edital do programa Coopera Paraná, da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento. Em todo o Estado foram aprovados 114 projetos no edital, no valor de R$ 36,5 milhões, com recursos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza, do Governo do Estado.

Capital do açaí

O plano é ambicioso: transformar Ivaiporã, no Vale do Ivaí, na capital paranaense do açaí. O projeto dos produtores, da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento e da prefeitura ainda dá os primeiros passos, mas já conquistou clientes fiéis no comércio da cidade. O açaí cultivado em solo paranaense é um pouco diferente do fruto encontrado comumente na região amazônica e em parte do Nordeste brasileiro. Em Ivaiporã o fruto é extraído da palmeira juçara, árvore bastante comum na Mata Atlântica.

Agricultura

A safra de grãos 2019/20 se encaminha para o final com a colheita da segunda safra e dos cereais de inverno. A expectativa de produção aponta para um volume total de 41,01 milhões de toneladas de grãos, o que representa um acréscimo de 5 milhões de toneladas em relação à safra anterior (18/19), que somou 36 milhões de toneladas de grãos. O resultado foi alavancado pelo desempenho das lavouras de soja e feijão na primeira safra, da segunda safra de milho e das culturas de inverno que ainda estão a campo.

Confiança do mercado

A Fitch Ratings, um dos principais agentes independentes de avaliação de risco de crédito mundiais, elevou a nota de classificação de confiabilidade da Copel para investidores. O Rating Nacional de Longo Prazo reportado pela agência passa a ser AA+(bra), em vez de AA(bra), índice concedido no ano passado. A classificação se aplica à Copel, subsidiárias integrais (SIs) - Copel Distribuição, Geração e Transmissão e Telecomunicações - e suas respectivas emissões de debêntures, servindo de norte para que investidores saibam o nível de risco dos títulos de dívida que adquirem.

GALERIA DE IMAGENS